11 Janeiro 2018
0
0
0
s2sdefault
 

 

Cartaz de divulgação (Fonte: www.iberculturaviva.org)

Comunidades Afrodescendentes: Reconhecimento, Justiça e Desenvolvimento é o tema de um concurso audiovisual de curtas-metragens que recebe inscrições até 15 de fevereiro. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o IberCultura Viva – programa de cooperação intergovernamental para o fortalecimento das culturas e das comunidades da região ibero-americana, vinculado à Secretaria Geral Ibero-Americana (Segib) e à representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). 

Além de valorizar as expressões intelectuais, culturais e sociais de um grupamento étnico historicamente desfavorecido, a iniciativa pretende abrir mais uma frente no combate à discriminação racial na América Latina. O projeto surgiu a propósito da declaração do Decênio Internacional para os Afrodescendentes (2015-2024), determinado pela Organização das Nações Unidas (ONU).

Detalhamento 

Programa busca fortalecer culturas ibero-americanas (Fonte: www.iberculturaviva.org)

Os vídeos deverão ser inéditos e ter duração de um a três minutos, além de classificação livre. Os participantes poderão produzir o material usando câmera de vídeo, câmera fotográfica digital, sequência de fotos, câmera de celular e animação, entre outras linguagens, seja em forma de documentário ou de ficção, preferencialmente em português ou espanhol, mas também serão aceitos vídeos realizados em linguagem de sinais. No ato da inscrição, o vídeo deverá estar publicado em alguma plataforma de divulgação gratuita, como o Vimeo ou o YouTube, sob licença de direitos em Creative Commons. 

Podem concorrer cidadãos maiores de 18 anos dos países membros do IberCultura Viva: Argentina, Brasil, Chile, Costa Rica, Equador, Guatemala, El Salvador, Espanha, México, Peru e Uruguai. Vídeos realizados por afrodescendentes e/ou por mulheres receberão pontuação extra. O valor total destinado à premiação é de cinco mil dólares, que serão distribuídos em prêmios de quinhentos dólares para os primeiros dez colocados no processo de seleção. O edital completo está disponível na página do IberCultura Viva.

Fontes: Press-release da Unesco no Brasil, site da IberCultura Viva

Mais Recentes