Da série
MCE Reportagens
03 Abril 2020
0
0
0
s2sdefault
 
A equipe pedagógica da 3ª CRE é uma das que estão postando conteúdo educativo on-line (Foto: redes sociais)

Educadores de diversas regiões da cidade estão gravando e postando nas redes sociais aulas e diversos outros conteúdos educativos dos mais variados componentes curriculares, direcionados a diversas faixas etárias, para que os estudantes  possam manter a rotina de estudos em casa. Uma das iniciativas se chama #CompartilheUmaAula. O movimento foi lançado em 22 de março pela 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), que reúne 13 bairros da Zona Norte da cidade. A ação já conta com a adesão de mais de 400 professores de diferentes regiões da capital fluminense.

Na 8ª CRE, duas escolas que aderiram são a E.M. Álvaro Alvim, em Magalhães Bastos, e o Ciep Aracy de Almeida, em Jardim Sulacap. O Ciep Aracy de Almeida mantém um post fixado em sua página do Facebook para avisar aos responsáveis que estão disponibilizando vídeos e atividades selecionados pelos professores para que os alunos possam dar continuidade aos estudos em casa fazendo revisão e reforço dos conteúdos. Segundo a equipe pedagógica,  “os professores estão empenhados na preparação das atividades para que os alunos se mantenham ativos nos estudos. Por isso, contam com o auxílio dos responsáveis para a realização dessas atividades mantendo uma rotina diária de estudo”.

Na página do Facebook da Escola Municipal Álvaro Alvim, é possível acompanhar o Varal de Histórias, com direito a cenário e figurino para estimular a imaginação das crianças. Outra iniciativa veio do projeto Rima, Arte e Poesia (RAP), que acontece mensalmente nas unidades escolares  da 8ª CRE (#rap8cre). A edição de março aconteceu entre os dias 25 e 27. Muitos estudantes estão participando do diálogo on-line postando suas fotos estudando com o auxílio de computadores e celulares. Eles compartilham esses momentos por meio da #compartilhesuatarefa e da #fotografesuaatividade.  

A E.M. Álvaro Alvim incentiva os alunos a compartilharem fotos estudando em casa de forma on-line (foto: redes sociais)

O post fixado na página do Facebook da 2ª CRE (bairros da Zona Sul e da Zona Norte) avisa que “momentos difíceis aguçam nossa imaginação para buscar soluções novas em prol da educação de nossas crianças. Neste momento, temos a oportunidade de usar as redes sociais também para fins pedagógicos. Socializar, democraticamente, as informações que temos é um ato de cidadania”. A página da 2ª CRE dá sugestões para amenizar a ansiedade: manter uma rotina com as crianças e adolescentes; jogar em família; ver com os filhos os conteúdos sugeridos; conversar sobre o que lerem e assistirem; pedir para que as crianças e  adolescentes expliquem para os responsáveis o que entenderam; usar esse tempo para reforçar vínculos afetivos.

A Escola Municipal Reverendo Álvaro Reis (3ª CRE), no Engenho da Rainha, está usando a ferramenta do Instagram chamada Gramtower para reunir e compartilhar diversos conteúdos. Em um deles, a professora de Educação Física ensina a fazer massinha de modelar caseira. São três ingredientes fáceis: 100 gramas de farinha de trigo, a mesma quantidade de sal e um pouco de água. Amassar até ficar com a consistência de massa de pão. Pode-se colorir a massa, acrescentando tinta guache ou corante de alimentos. Para conservar de uma a duas semanas na geladeira, embalar em papel filme ou alumínio. As crianças podem criar muitas figuras com esse material.

A professora Cíntia Oliveira, da Escola Municipal Alberto de Oliveira e do Espaço de Desenvolvimento Infantil Tenente Pedro de Lima Mendes, ambos na 11ªCRE (Ilha do Governador), está desenvolvendo o projeto Educação à Distância - Múltiplas Possibilidades. Há diversos conteúdos, como aulas para desenvolver o grafismo, a coordenação motora fina, a concentração, a memorização e a escrita espontânea. Em um vídeo, ela ensina às crianças em idade de alfabetização a formar a letra C no chão com bolas de papel usado. Em suas postagens no Instagram, a pedagoga ressalta que o período de suspensão das aulas não é de férias e que é preciso se adaptar. Ela mesma usa novas ferramentas (gramtower e tripé, por exemplo) e bom humor (em uma das aulas, ela usa óculos virtuais) para continuar em comunicação com seus alunos.

A professora de Educação Infantil, Priscila Neves, da Escola Municipal Ataulfo Alves (9ª CRE), em Cosmos, alimenta o blog Amor de Professora, com sugestões de atividades que podem ser feitas em casa, disponibilizadas de segunda a sexta-feira. Em sua conta no Instagram, a professora oferece também outros conteúdos, como a leitura do livro Pedro Vira Porco-Espinho, de Janaina Tokitaka.

O Núcleo de Arte Nise da Silveira (3 ª CRE), no Engenho de Dentro, está usando o Facebook Watch para reunir vídeos de professores e alunos, como é o caso da professora de Balé, Marcela Rosado, e da aluna, Ana Lua. Marcela propõe um desafio para os estudantes que trabalha a coordenação motora de forma divertida. Já Ana Lua, veistida à caráter para o balé, pratica alongamento.

A professora Aline Souza, do Espaço de Desenvolvimento Infantil Medalhista Olímpico Evandro Motta Marcondes Guerra (4ª CRE), no Complexo daMaré, gravou, com o auxílo técnico de sua filha, Glorinha, uma história, usando recursos cênicos como guarda-chuva e personagens coloridos em papel para atrair a atenção dos pequenos. Por falar em literatura infantil, a Gerência de Leitura da SME criou uma nova área para compartilhamento de histórias.

Produção de conteúdo audiovisual

Abaixo, segue uma lista com algumas ferramentas e sugestões de ambientes virtuais para os professores e alunos da Rede Pública Municipal de Ensino que quiserem gravar e postar vídeos.

1)    E-mail Rioeduca  - disponibiliza comunicação institucional com professores e alunos da Rede Pública Municipal de Ensino da Cidade do Rio de Janeiro. Localizador do e-mail do servidor ou do aluno e acesso ao e-mail Rioeduca  .

2)    Office Mix – ferramenta de gravação inserida no Power Point. Clique aqui para baixar a extensão; para que serve e como fazer uma aula interativa.

3)    Teams – criação e gerenciamento de turmas virtuais. Como utilizar e trabalhar com o Microsoft Teams. O One Note / Class Note é uma alternativa para o mesmo objetivo.

4)    Forms –para criar enquetes, formulários e testes. Apresentação e Formulários.

5)    Sway – alternativa ao Power Point, para dinamizar apresentações. Como usar; dicas e truques.

6)     Yammer – rede social institucional dos professores e funcionários da Rede Pública Municipal da Cidade do Rio de Janeiro.

7)    Stream  – criação e colaboração em vídeo. Apresentação (o início do vídeo está em inglês) e acessibilidade.

8)    Kahoot – plataforma de aprendizado baseada em jogos. Dicas, como usar, tutorial para professores e tutorial completo.

Além dos links acima, a MultiRio preparou algumas recomendações para auxiliar a incrementar a qualidade dos conteúdos das produções de audiovisuais e de áudio realizadas pelos professores:

• No caso de vídeos, tenha cuidado com o local da gravação, especialmente os cenários; caso não vá utilizar nenhum recurso, como quadro, “flipchart” ou afins, dê preferência a fundos de uma única cor;

• Certifique-se de ser claro nas informações que vai apresentar; elabore um roteiro prévio da aula que será gravada, seguindo uma sequência de pensamentos com início, meio e fim. Esse roteiro ajudará a não repetir ideias, facilitando o processo de gravação e a fluência da aula.

• Tenha cuidado com o áudio de sua produção.A clareza do somvai facilitar o entendimento do ouvinte e cativar a sua atenção. Tente procurar ambientes livres de ruídos e utilize, se possível, microfones de lapela ou de mão; você também pode utilizar o microfone do seu fone de ouvido, que vem comalguns celulares.

• Nas gravações com celular, procure usá-lona posição horizontal(deitado), salvo quando o conteúdo a ser produzido requeira o uso do celular na posição vertical (em pé). Lembre-se de utilizar o microfone do fone de ouvido, com fio ou sem fio (conexão via bluetooth), para garantir a qualidade do áudio.

Confira, também, o e-book 12 Pontos para Entender Vídeo.

Mídias Relacionadas
MCE Reportagens
Mais da Série
Relacionados
Mais Recentes